Últimas aquisições MPR #04

Os bilhetes-postais tornaram-se um dos meios de divulgar a República portuguesa e os seus símbolos maiores, o Hino e a Bandeira. A I Guerra Mundial, com a participação de Portugal ao lado dos aliados, foi o grande momento de afirmar os novos símbolos junto da comunidade internacional. Por outro lado, pela primeira vez, estes símbolos cumpriram o seu propósito identitário e agregador junto dos soldados portugueses na frente de guerra.

A letra do Hino «A Portuguesa», escrita como resposta de força nacional ao Ultimato, em 1890, não podia ser mais atual nos anos de 1916-1918: «levantar o esplendor de Portugal», ou seja, contribuir para a vitória das nações aliadas.

A nova Bandeira, aprovada em junho de 1911, previa 2/5 de verde e 3/5 de rubro, com a esfera armilar e o escudo ao centro da linha que divide as duas cores. Neste bilhete-postal, não se observa aquela proporção e faltam a esfera armilar e o escudo, mas admitimos que tenha sido intenção gravar, apenas, a mensagem essencial: o soldado português empunhando a bandeira com as cores do novo regime, numa atitude de ânimo e confiança, o mesmo modelo de bandeira que tinha feito história nas lutas republicanas, desde a Monarquia.

Clique para conhecer mais peças que o MPR adquiriu para a sua coleção.

Multimédia

Percorra a galeria carregando nas imagens para ampliá-las e ler as respetivas legendas.

Bilhete-postal com soldado português empunhando a bandeira com as cores da República. Bilhete-postal com soldado português empunhando a bandeira com as cores da República - verso.