Teófilo Braga, no centenário da sua morte

Uma retrospetiva biográfica de Teófilo Braga é a proposta do Museu da Presidência da República e do Município de Ponta Delgada, em colaboração com a Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, para assinalar o centenário da morte de uma das mais importantes personalidades da História recente de Portugal.

Nesta exposição, patente no Centro Municipal de Cultura de Ponta Delgada entre 22 de junho a 14 de setembro, mostramos múltiplas e complexas facetas daquele que foi o chefe do primeiro governo republicano em Portugal, bem como o segundo Presidente da República portuguesa: o escritor, o professor, o político, o filósofo, o artista, o solitário e, tantas vezes, controverso.

Mais informações sobre a exposição temporária «Teófilo Braga (1843-1924) – No centenário da sua morte».

Multimédia

Percorra a galeria carregando nas imagens para ampliá-las e ler as respetivas legendas.

Cartaz da exposição temporária «Teófilo Braga (1843-1924) – No centenário da sua morte». O presidente do Governo Provisório Teófilo Braga, acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros Bernardino Machado, à esquerda. O governo Provisório foi constituído após a instauração da República. O Presidente do Governo Provisório Teófilo Braga à secretária do gabinete de trabalho, em sua casa. Teófilo Braga discursando num comício republicano, ao lado de Alexandre Braga, à esquerda. O presidente do Governo Provisório Teófilo Braga em sua casa, situada na travessa de Santa Gertrudes, à Estrela, atual rua Dr. Teófilo Braga. Retrato oficial do Presidente da República Teófilo Braga; faz parte da Galeria dos Retratos do Museu da Presidência da República.